quarta-feira, 27 de julho de 2011

As vezes, sobretudo agora, verão e lua quase cheia, me surpreendo melancólico pelas noites a suspirar na sacada espanhola, com vontade de chorar. Choro quando consigo. Ou ouço Caetano cantando Contigo en la distancia, e choro mais. Não tenho pena de mim, mas por vezes sinto falta de amor. Fico sempre muito só.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Aonde o vento é brisa, onde não haja quem possa com a nossa felicidade.
Vamos brindar a vida meu bem!
Aonde o vento é brisa e o céu claro de estrelas. 
O que a gente precisa é tomar um banho de chuva.
Um banho de chuva!...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

sábado, 23 de julho de 2011


A sorte me acompanha, tenho corpo fechado à inveja, a intriga não me amarra os pés, sou imune ao mau-olhado...

quinta-feira, 21 de julho de 2011


Vem cá que tá me dando uma vontade de chorar, não faz assim, não vá pra lá, meu coração vai se entregar à tempestade. 
Quem é você pra me chamar aqui se nada aconteceu? 
Me diz, foi só amor ou medo de ficar sozinho outra vez?


terça-feira, 19 de julho de 2011

Não há porque chorar por um amor que já morreu,
Deixa pra lá, eu vou, adeus.
Meu coração já se cansou de falsidade.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Você olha pra suas fotos antigas e não consegue se enxergar. Você lembra de frases ditas e atitudes tomadas e as trata como se fossem de um outro alguém. Você aprende que não há amor que não acabe, doença que não se cure, não há estrada sem fim. O caminho, sim, é sem fim. Basta torcer para estar percorrendo o caminho certo. Basta perceber que o seu caminho é errado e esperar pelo próximo retorno. É uma estrada de duas mãos.

sábado, 16 de julho de 2011


[...] “a gente foi um erro”. Isso não me sai da cabeça nem depois de dias, semanas e meses.
Sabe remorso de ter confiado meu amor a ti ? é isso que sinto, ou quase pior.
Você não soube cuidar de mim como eu te cuidei, você não soube me acalentar quando precisei. Eu esperei bem mais de você, antes e depois.
Esperava um pouco de respeito, carinho, cumplicidade, sei la, podia ser qualquer coisa.
Hoje eu quero tripudiar em cima de você , ri da sua cara na lama, pisar nos seus sentimentos, te magoar de alguma forma! Isso não é bom eu sei, mas eu fui bom e me fodi.
Então peço perdão a todos que merecem sofrer porque não sobe cuidar do amor de alguém que podia ser seu porto seguro, peço perdão a mim, e espero ri muito disso tudo, isso me tornou incapaz de amar... você!
Tem alguém que me ama e eu quase deixei passar, vo correndo recuperar meu tempo perdido porque não quero nem de longe me parecer com você.

Marcelo C.

sexta-feira, 15 de julho de 2011



Eu gostaria de ter um cachorro, paciência, gostaria de ter tatuagens pelo corpo inteiro.                                                                                           
Gostaria de ser lindo, de ter um pedaço de pizza e vinho, de ter um baseado. Gostaria de ter uma casa na praia, pra fazer uma fogueira toda noite; gostaria que você pudesse estar comigo nos meus melhores e piores momentos; gostaria de ter uma camiseta com o Homer Simpson estampado nela. Gostaria de ser mais racional, gostaria de ser decidido, gostaria de ser livre, gostaria de ser feliz.
Gostaria de acabar com os futuros do pretérito da minha vida. Talvez seja hora de fazer um novo começo.
Jéssica Rodrigues.

quarta-feira, 13 de julho de 2011


Segunda-feira de manhã. Acordar e não abrir os olhos; passar longos minutos apenas imaginando quais seriam os teus pensamentos, sentir a tua respiração agora matinal e que fora ofegante de madrugada. Ligar o rádio MP3 e escutar aquela voz grave e firme do Renato Russo. Os Barcos, ou talvez Só por hoje.
E vai nascendo o dia… Eu e você, café e pão, planos para o dia e risadas, projetos para daqui a 5 anos e uma ponta de nostalgia. E você estará comigo, na minha primeira brasa de cigarro, na minha primeira encarada no espelho. Um dia, você vai estar.
Jéssica Rodrigues.

segunda-feira, 11 de julho de 2011


É choro engasgado, sabe? Daqueles bem baixinho pra não incomodar ninguém. Dai a garganta se fecha completamente e a cabeça começa a explodir. Tudo lentamente.
Depois disso, a única vontade é de se jogar no chão e pedir, implorar pra que ele te engula de vez. Não é drama, é que simplesmente to vendo minha vida passando e não valendo de nada, to vendo alegria ali, sorrisos por toda parte e somente eu com lágrimas e uma dor nova a cada dia que passa, tem como não se desesperar?
Eu ainda ando, falo, consigo comer de vez em quando mas por dentro sinto tudo estraçalhado, quase morto. E eu cansei definitivamente de perguntar quando que isso vai passar, aliviar. Perdi a paciência, perdi sorrisos, perdi os sonhos, perdi a vontade de abrir os olhos ao acordar, perdi você, perdi tudo.Tenho medo de viver sem coração ou que ele fique quebrado pelo resto dos meus dias. Tenho medo de que a vida me derrube de vez e que eu não consiga me levantar de jeito nenhum. Tenho medo de não senti a alegria de viver, de não ver o sol nascer e só conhecer noites frias e escuras.
Um pouco de paz já me bastaria.

Mary Rodrigues.

sexta-feira, 8 de julho de 2011


Fim de tarde olhando o mar, banho na alma, na mente, esse vento que traz teu cheiro e que fica entranhado em mim. Olhando o mar, curtindo o momento, sentido a vida.
Nos dois, no meu tempo, seu, meu, nosso. Como eu me sinto bem te abraçando, te imaginando até, sonhando com momentos que não chegaram, que já passaram vagarosos. É um certo arrepio na alma, arrepio, arrepio, amor.

Marcelo C.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Escrevi outro dia que "o amor vive da incompletude e esse vazio justifica a poesia da entrega. Ser impossível é sua grande beleza. Claro que o amor é também feito de egoísmos, de narcisismos mas, ainda assim, ele busca uma grandeza - mesmo no crime de amor há um terrível sonho de plenitude. Amar exige coragem e hoje somos todos covardes".

terça-feira, 5 de julho de 2011

Seja um idiota


A idiotice é vital para a felicidade.
Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins. No dia-a-dia, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele. Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto. Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça? Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema? É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar? Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não. Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa. Dura, densa, e bem ruim. Brincar é legal. Entendeu?

segunda-feira, 4 de julho de 2011

No meu coração fiz um lar
o meu coração é o teu lar
e de que me adianta tanta mobília se você não está comigo?

sábado, 2 de julho de 2011

... eu posso te ouvir
E eu sinto como se nós não estivéssemos a sós.
Você está aqui, e eu sei que posso estar em qualquer lugar.